Pesquisa feita pela Rijk Zwaan revela:

Os canais de vendas de frutas e vegetais mudaram permanentemente

Research by Rijk Zwaan reveals: Sales channels have changed permanently

A crise do coronavírus causou algumas mudanças permanentes nos canais de venda de frutas e vegetais. Produtores de produtos frescos e empresas de processamento em todo o mundo estão procurando maneiras de se adaptar a essas mudanças. Eles também estão preocupados com uma recessão iminente. Essas são as principais conclusões de uma nova pesquisa conduzida pela empresa de melhoramento de vegetais Rijk Zwaan, sediada em De Lier, na Holanda, entre seus parceiros e especialistas de Chain.

Compras online e entrega a domicílio

A cadeia de frutas e vegetais frescos está passando por mudanças semelhantes em todo o mundo. Por exemplo, especialistas da Rijk Zwaan de regiões como China, Índia, Rússia, Europa, África do Sul e EUA indicam que a pandemia acelerou a transição para compras online e entregas em domicílio, que já estava em andamento. Isso levou varejistas como Alibaba, Walmart, Carrefour e Lidl a aumentar seus investimentos em ferramentas online. Os fornecedores de kits de refeição e esquemas de caixa como Marley Spoon e HelloFresh estão cada vez mais ganhando espaço no mercado, principalmente na Europa e na Austrália. O setor de foodservice foi bastante afetado em todos os continentes e, de acordo com o especialista nos Estados Unidos, o faturamento nesse canal ainda estava 70% menor do que o normal em agosto. Os especialistas do Rabobank prevêem que algumas dessas mudanças nesse canal serão permanentes.

Research by Rijk Zwaan reveals: Sales channels have changed permanently

Em busca de inspiração para uma comida caseira saudável

Os consumidores em todos os quatro cantos do mundo não estão apenas mudando para novos canais, mas também estão aumentando a escolha por alimentos frescos e saudáveis, e especialmente por vegetais com longa vida útil, que estão ainda mais populares. Isso representa uma oportunidade para o setor. De acordo com especialista no Brasil, o consumidor busca ativamente informações sobre valores nutricionais. As pessoas também estão escolhendo cada vez mais produtos e fornecedores locais. Além disso, a pandemia gerou um aumento significativo na culinária caseira, especialmente nos EUA, América Latina, Ásia, Europa e Austrália, de modo que os consumidores em todos os lugares estão famintos por inspiração. Isso explica o sucesso dos kits de refeição fresca, tanto em supermercados quanto de fornecedores de  de caixas de vegetais saudáveis.

Compartilhando insights do mercado com os parceiros

A Rijk Zwaan está compartilhando esses dados de mercado com seus clientes. A empresa faz questão de ajudá-los a se adaptarem às mudanças atuais no mundo, seja por meio da diversificação de produto / mercado ou por meio de investimentos em processos digitais mais eficientes ou mecanização. A pesquisa revela que encontrar mão de obra suficiente é um grande desafio para os produtores, assim como criar um local seguro para trabalhar. O produtor de vegetais está, portanto, investindo em variedades de hortaliças que estejam alinhadas a essas novas necessidades, como, por exemplo, uma longa vida de prateleira, um tamanho adequado para kits de alimentação e / ou aptidão para colheita mecânica. Além disso, em conjunto com seus parceiros, a Rijk Zwaan oferece aos consumidores muita inspiração para cozinhar em casa, inclusive por meio de sua plataforma Love My Salad.

É assim que compartilhamos um futuro saudável.