24 Jun 2019

Legumes frescos continuam ganhando terreno no mercado de foodservice

Seja em um smoothie, um lanche de tomates em uma reunião de negócios ou uma refeição em um restaurante de primeira classe... Bauke van Lenteren, gerente de Conveniência na Rijk Zwaan, notou que legumes frescos estão se tornando um ingrediente cada vez mais importante no crescente mercado de foodservice.

Mercado de food service e conveniência

Há menos dados disponíveis sobre o mercado de foodservice do que o setor de varejo, por ser muito mais fragmentado. Van Lenteren diz: “O mercado de foodservice e de conveniência é formado por vários canais diferentes, como cadeias de alimentos, restaurantes, empresas de processamento de vegetais e empresas de buffet. Além disso, existem diferenças significativas entre países. Na França, por exemplo, buffets direcionados ao setor de educação é um grande negócio. No Reino Unido, estamos vendo uma indefinição das linhas entre restaurantes e supermercados. E nos EUA, o mercado "fora de casa" já é maior do que o varejo, porque os consumidores americanos comem muito mais do que cozinham em casa. A proporção é de cerca de 70:30."

Mais vegetais

Embora cada país esteja evoluindo de maneira diferente, o mercado de vegetais está crescendo no geral. As estatísticas também mostram que a participação de legumes frescos no segmento de foodservice está em ascensão. Nos Países Baixos, as empresas holandesas de foodservice compraram 10% mais frutas e legumes em 2018 do que no ano anterior, segundo dados da GroentenFruit Huis. Saladas processadas, misturas de vegetais e tomates são os mais populares. Bauke complementa: “O chef Niven Kunz, com estrelas Michelin, foi um dos pioneiros da culinária holandesa. Ele lançou a filosofia 80/20 - a proporção de legumes para carne em um prato - e inspirou outros chefs a fazer o mesmo. Uma tendência semelhante pode ser vista durante o Fórum Europeu de Conveniência em Hamburgo. Pesquisas mostraram que o mercado "fora de casa" compra as frutas e verduras mais frescas da Alemanha”.

Uma variedade específica para cada lanche

Van Lenteren espera que esta tendência continue, e a Rijk Zwaan está capitalizando com inovações. “Temos variedades específicas que atendem às necessidades do restaurante, da cadeia alimentar ou do buffet para cada aplicação. Nossas alfaces com menos oxidação é a solução ideal para saladas Caesar, por exemplo. E nós temos as folhas de alface perfeitas para cada tipo de sanduíche - baguetes clássicos, hambúrgueres ou pães. Na verdade, nossa Snack Alface pode até mesmo substituir o pão por completo. Nossos tomates extragrandes podem ser usados como coberturas de hambúrgueres e o espinafre babyleaf versátil é o ingrediente ideal em um smoothie saudável ou salada para o almoço", ela afirma.

Esperamos inspirar as empresas de foodservice a usar ainda mais vegetais! É assim que compartilhamos um futuro saudável.

 

Vá até nossa página voltada para Conveniência para mais informações sobre nossas atividades nesse mercado.

 

 

Convenience shelf